Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Oportunidade de formação gratuita: Campus Palmas do IFTO oferta 80 vagas para EJA profissionalizante em 2024

Notícias

Oportunidade de formação gratuita: Campus Palmas do IFTO oferta 80 vagas para EJA profissionalizante em 2024

Proeja

Inscrições de 18 de setembro de 2023 a 09 de dezembro de 2023
por publicado: 25/09/2023 15h44 última modificação: 25/09/2023 17h52
Proeja está com inscrições abertas

Proeja está com inscrições abertas

O Campus Palmas do Instituto Federal do Tocantins (IFTO), publicou o edital de nº 74/2023, para ingresso em cursos do Programa de Integração da Educação Profissional ao Ensino Médio (PROEJA), na modalidade de Educação de Jovens e Adultos para o ano letivo de 2024. O Proeja - EJA Profissionalizante - é uma a oportunidade para jovens e adultos com 18 anos ou mais, que não terminaram os estudos na idade regular, concluírem o seu Ensino Médio. Os cursos são totalmente gratuitos e as aulas são presenciais, ministradas de segunda a sexta-feira no período noturno.

São ofertadas 80 vagas, sendo 40 para o curso de Atendimento e 40 para o curso de Manutenção e Operação de Computadores, ambos integrados ao ensino médio.  A inscrição é gratuita, por meio de requerimento que deverá ser preenchido e entregue de forma presencial ou enviado através do link:  https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfw1WkaJ0lAlxvPNFG9W4FvmBsX68DwWGv9NSRcvlbYlg1oEA/viewform ,no período de 18 de setembro de 2023 a 09 de dezembro de 2023. A seleção para os Cursos PROEJA será realizada por meio de sorteio das vagas, caso o número de interessados supere o número de vagas disponíveis. Confira mais informações no edital.  

O que é o PROEJA?

O Programa de Integração da Educação Profissional ao Ensino Médio (PROEJA), é uma iniciativa educacional que visa oferecer oportunidades de formação integrada, possibilitando que jovens e adultos obtenham tanto o ensino médio, quanto uma qualificação profissional de forma conjunta. É uma maneira de promover a educação continuada e o desenvolvimento de habilidades profissionais, tornando a aprendizagem mais acessível.

(Por Jaqueline Braga, estagiária sob supervisão do Setor de Jornalismo do Campus Palmas/IFTO)