Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Servidores relatam suas experiências como aposentados

Notícias

Servidores relatam suas experiências como aposentados

Dia do Servidor Público aposentado

IFTO conta com ações de preparação para aposentadoria
por Kelinne Guimarães publicado: 17/06/2024 17h32 última modificação: 20/06/2024 11h54

 Em 17 de junho é celebrado o Dia do Servidor Público aposentado, momento de render homenagens e mais uma vez agradecer àqueles que dedicaram parte da sua vida à execução de atividades essenciais ao serviço público. O IFTO conta hoje com 44 servidores aposentados, entre eles, está Maria Luisa Pereira que contribuiu com a unidade de Araguatins do IFTO (antiga EAFA) durante 19 anos. Ela guarda recordações do seu tempo como servidora ativa e diz que está aproveitando sua aposentadoria.

 “Trabalhei 19 anos no IFTO, antiga EAFA, guardo muitas lembranças boas, e outras engraçadas, foi um período de minha vida, em que trabalhei muito, em compensação aprendi muito, ainda hoje uso conhecimentos adquiridos no IFTO, concursada como cozinheira, fui orientadora por um longo período, também trabalhei na coordenação do Proeja, saudades? Sinto, de meus colegas e de alguns momentos. Estar aposentada é bom, desde que você não pare, está sempre em atividade é a receita para não se perder, realizei meu sonho de viver em meio a  natureza, e hoje vivo como queria, cuidando de plantas, tenho meu sítio que é meu paraíso’’. Declarou Maria Luiza. 

  

A necessidade de se manter ativo, pontuada pela servidora Maria Luiza, chama atenção para a importância de planejar a vida após a aposentadoria. E foi isso que a servidora Maria Gorete Gomes, que trabalhou por 24 anos como telefonista, também na unidade de Araguatins, fez.“ Aposentar não é parar e sim desacelerar, algumas funções e processos. Parar jamais. Passamos a ter outro olhar, outro valores sobre todas as coisas do passado e do futuro. Quando eu saí eu tive que repensar minha rotina, esquecendo os horários. Valorizando o que já tinha contribuído com a instituição e agora buscando novas formas de melhorar minha vivência e ainda contribuindo com a instituição”. Explicou Gorete, que para preencher a lacuna do tempo ocioso, passou a ler e estudar para se dedicar a projetos sociais, além de sempre estar inserida e participando dos eventos e reuniões que ocorrem no IFTO.

 

E em plena atividade também continua a servidora aposentada, Marlene Pinheiro Lopes, após 29 anos contribuindo com o IFTO como assistente em administração. “Quando pedi minha aposentadoria ouvi coisas que me incentivaram, mas também ouvi coisas que me desmotivaram, falando que eu poderia entrar em depressão, se ficasse parada e não foi isso que aconteceu. Sou super ativa, prático zumba, trabalho em casa, pra ganhar meu extra estou planejando fazer um passeio, resumindo não me arrependi de ter me aposentado e estou super bem. Cuido também do meu neto, levo a escola, para o treino esportivo, infância missionária. Enfim, estou mais ativa que quando estava trabalhando. Agora como aposentada estou gostando muito, me sinto realizada, pelo tempo que me dediquei ao trabalho e com a sensação do meu dever cumprido, porque sei que prestei um excelente trabalho nesses anos que passei no serviço público”, enfatizou Marlene. 

 

No time de aposentados, está também o professor de matemática, Cleofan Cardoso, que chegou na EAFA (IFTO) em 1987. Ele relembra como foi sua experiência como pioneiro da instituição. “Naquela época não foi fácil. Mas percebi a vontade e disposição da comunidade araguatinense, dos funcionários, professores e aluno, para que tudo desse certo. Sem dúvida essa força fez com que a EAFA, hoje IFTO, se transformasse e também transformasse vidas. A educação e o trabalho sempre foram o caminho de transformação, e aqui ajudamos a concretizar isso na vida de muitas pessoas” comentou o professor. 

 

É importante destacar que tem sido uma preocupação do IFTO desenvolver ações que auxiliem seus servidores a se planejarem para viver da melhor forma sua aposentadoria. Nessa perspectiva, foi criado o programa de Preparação para o Amanhã (PPA) como parte das iniciativas do Programa Qualidade de Vida (PQV).

A PPA teve início no ano de 2021, com a realização da 1ª Semana de Preparação para Aposentadoria aos servidores do IFTO, na modalidade on-line, em decorrência da pandemia do coronavírus. O evento possibilitou aos seus participantes reflexões sobre o processo de aposentadoria e seus diversos impactos na vida. Para este ano, está prevista a segunda edição do evento, que deve ser realizada em Palmas-TO, por volta do mês de setembro, tendo como público-alvo servidores de todas as unidades do IFTO, que estão prestes a se aposentar.