Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Equipes feminina e masculina de basquetebol do IFTO Campus Palmas se classificam para o JUBs Joinville 2023

Notícias

Equipes feminina e masculina de basquetebol do IFTO Campus Palmas se classificam para o JUBs Joinville 2023

Esporte

Pela primeira vez o time feminino e o masculino são classificados juntos para o JUBs
por publicado: 01/09/2023 15h18 última modificação: 01/09/2023 15h18
Times de basquete masculino e feminino se classificam para o JUBs

Times de basquete masculino e feminino se classificam para o JUBs

Os times de basquetebol feminino e masculino do Campus Palmas do IFTO estão entre os vencedores dos Jogos Universitários Tocantinenses (JUTs) e garantiram uma vaga nos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs), que irão acontecer entre 8 e 22 de outubro em Joinville (SC). De acordo o treinador da equipe feminina, o professor especialista Peri Emerson Silva Cunha, esta é a primeira vez que o Campus Palmas consegue ter tanto o time feminino quanto o masculino classificados para o JUBs.

“É uma grande conquista para o IFTO-Campus Palmas, pois estes resultados, das duas equipes campeãs em modalidades coletivas, nos tornaram, pela primeira vez, a Instituição de Ensino Superior vice-campeã do JUT's. Isso é um motivo de imenso orgulho, por saber que nosso trabalho, em especial com o Basquete, está colhendo bons frutos, que são semeados desde o Ensino Médio, também ofertado pelo Campus Palmas”, diz o treinador do time feminino.

As equipes estão entusiasmadas para a competição e dizem estar preparadas para essa nova etapa. “Batalhamos e treinamos muito para estarmos onde estamos hoje. Vamos atrás de um título inédito, o de primeiro lugar “, ressalta o atleta do time masculino de basquetebol, Lucas Gonçalves Chaves.

A capitã do time de basquetebol feminino, Amanda Caroline Souza Tavares, destaca que a classificação para o JUBs tem um significado especial para a equipe feminina. “Para a gente é muito gratificante ter essa oportunidade novamente, desde 2019 que nós não participamos do JUBs na categoria Basquete Feminino. Do time inteiro, só eu já participei de um JUBs, então elas estão indo em direção ao desconhecido e estão muito empolgadas”.


Basquete Feminino

Amanda lamenta o cenário vivenciado pelas equipes de basquete feminino tocantinenses e diz que o momento de participar do JUBs 2023 é muito esperado pelas atletas do Campus Palmas. “Aqui no Tocantins vivemos uma realidade muito triste relacionada ao basquete feminino, não temos muitos campeonatos e poucos times competem nos campeonatos existentes. Ir para fora e ver um nível de basquete completamente diferente daquele que estamos acostumadas e ver toda a estrutura de um evento, que é o maior da América Latina, nos faz ter as melhores expectativas”.


Treinamento

Mesmo com uma agenda acadêmica e profissional lotada, os atletas se esforçam para manter treinos constantes, por volta de três vezes por semana, e têm conseguido se destacar no cenário estadual. “Nossa expectativa é que tudo dê certo, estamos treinando de duas a três vezes por semana, somos universitárias, temos trabalho, faculdade e afins, mas estamos conseguindo destinar um tempo para treinamento”, diz a capitã da equipe feminina.

O capitão do time masculino, Eduardo Coelho Bignardi Garcia Silveira, afirma que a prática do esporte traz, inclusive, mais foco para seu dia a dia acadêmico. “O basquete me motivou a continuar nos momentos em que eu tive mais dificuldade e me auxiliou a ser mais focado. Praticar esporte traz esse lado de tranquilidade e paz consigo mesmo”.

Nos treinos para o JUTs a equipe masculina de basquete esteve sob orientação do professor mestre Sergio Roberto dos Santos, já os treinamentos para o JUBs, estão sob responsabilidade do professor doutor Odelio Joaquim da Costa. “A expectativa é de que os jogos sejam bem difíceis. Enfrentaremos equipes fortes tecnicamente e fisicamente. A preparação da equipe acontece com treinos coletivos segunda, quarta e sexta-feira e às vezes, no sábado, além dos treinos individuais de força e resistência na academia de musculação”, afirma o professor doutor Odelio Joaquim da Costa.

O treinador da equipe feminina, o professor especialista Peri Emerson Silva Cunha, diz que espera atingir o melhor desempenho possível e resultados dignos de orgulho. “Vamos brigar para que, pela primeira vez, uma equipe universitária do Tocantins chegue a uma semifinal e possivelmente esteja entre os finalistas”.

Por Jaqueline Braga, estagiária sob supervisão do Setor de Jornalismo do IFTO Palmas