Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Projeto de extensão realiza encerramento de suas atividades no Cais do Porto

Notícias

Projeto de extensão realiza encerramento de suas atividades no Cais do Porto

Arte e Cultura negras

Exposição, pinturas, tranças e colocação de turbantes fizeram parte da programação
por publicado: 21/02/2022 19h14 última modificação: 19/10/2022 11h06

Quem visitou o Cais do Porto de Araguatins, no domingo, 20, às 16h, teve a oportunidade de participar do Workshop e roda de conversa: arte e cultura negras: norteadoras de saberes. O evento foi a atividade de encerramento de um projeto de extensão desenvolvido na unidade de Araguatins do IFTO, com os objetivos de: provocar reflexões e oferecer informações que geram conhecimento sobre a cultura negra.

Em meio as pinturas, as esculturas, aos artefatos que representam a cultura negra, foi iniciada a programação do evento, com uma roda de conversa sobre expressões racistas que ainda são utilizadas e devem ser substituídas. O momento foi conduzido pelo coordenador do projeto de extensão, professor Paulo Hernandes, e pelas estudantes: Elaine Maria (IFTO) e Kivia Gabriely (Unitins). Na sequência, foram ofertadas as oficinas de: pinturas, tranças e colocação de turbantes.

A estudante do curso Técnico em Agropecuária da unidade de Araguatins, Ana Letícia Resplândes, foi uma das participantes do workshop. Para ela, o evento possibilitou uma reflexão sobre a necessidade diária de se lutar para que a cultura negra seja respeitada. “O fato de o evento ocorrer no cais é importante para que mais pessoas possam se conscientizar, e entender que a cultura negra não deve ser lembrada somente no dia 15 de novembro”, enfatizou estudante.

O professor Paulo Hernandes reforça a fala de Ana Letícia, ao afirmar que o “O IFTO tem que utilizar os espaços públicos, a praça, o cais, as ruas, os ambientes onde a comunidade está, e prestar as informações a respeito de pautas que precisam de esclarecimentos. A questão do negro, do preconceito em relação à cor da pele, dos acessórios, deixando claro que a cultura, a arte e a beleza independem da cor da pele”, defendeu Hernandes. Ele, também, aproveitou a ocasião para agradecer ao IFTO e a Prefeitura de Araguatins pelo apoio oferecido ao projeto, que tornou possível a execução de todas as suas etapas.

Sobre o projeto
Ele teve início no mês de setembro de 2021, com a promoção de ações em escolas públicas de nível fundamental e médio e o seu encerramento será com a atividade realizada no Cais do Porto. A ação extensiva é coordenada pelo professor da unidade de Araguatins, Paulo Hernandes, e executado pelas estudantes da unidade de Araguatins: Maria Elaine Farias (curso de Licenciatura em Ciências Biológicas) e Monalisa Vasconcelos (curso Técnico em Agropecuária) com a colaboração das estudantes da Unitins: Kivia Gabriely Oliveira e Cianny Ximenes.

Maria Elaine comenta um pouco sobre sua experiência como participante do projeto de extensão. “O projeto me trouxe aprendizagem e me possibilitou colocar em práticas metodologias de ensino. Durante a sua execução, eu ainda ficava um pouco ansiosa em relação a está fazendo uma boa aplicação do que eu pretendia passar, e no final eu percebi que tudo aquilo que eu queria, eu consegui desenvolver e alcançar o nosso objetivo de sensibilizar as pessoas sobre a relevância da cultura negra. No final do projeto, com o workshop todos os professores me deram um super apoio tanto antes, como durante o evento. Além disso, ver a comunidade de Araguatins presente na nossa programação foi maravilhoso para mim, e espero que todos tenham curtido esse momento único entre troca de emoções”, declarou Elaine.