Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Projeto café com diretor promove atividade na comunidade quilombola da Ilha de São Vicente

Notícias

Projeto café com diretor promove atividade na comunidade quilombola da Ilha de São Vicente

Café com diretor

Ação foi organizada com o intuito de proporcionar proximidade entre a comunidade e a unidade Araguatins
por Kelinne Guimarães publicado: 01/07/2019 12h08 última modificação: 01/07/2019 12h36

Sob a sombra de árvores as margens rio Araguaia e com uma roda de conversa, foi realizada mais uma ação do projeto Café com diretor promovido pela unidade Araguatins, do Instituto Federal do Tocantins (IFTO), na sexta-feira, 28, a partir das 8h, na comunidade Quilombola da Ilha de São Vicente, localizada no município de Araguatins.

A atividade teve a participação de remanescentes de quilombos, que são acadêmicos da unidade Araguatins, do presidente da associação da comunidade quilombola, Miguel Batista Barros, do diretor-geral da unidade Araguatins, Josafá Carvalho Aguiar, da diretora de ensino, Carla Cristina Silva e da bibliotecária, Elma Vidal, que realizou uma pesquisa em nível de mestrado na comunidade quilombola da Ilha de São Vicente.

A ação foi organizada com o intuito de proporcionar mais proximidade entre a comunidade e a unidade Araguatins, por meio dela, os acadêmicos remanescentes daquele quilombo expuseram as dificuldades enfrentadas pela sua comunidade, que envolvem desde atendimentos básicos como fornecimento de água potável a questões territoriais. No decorrer da roda de conversa, algumas remanescentes se emocionaram ao relatarem os vários obstáculos que tiveram que superar para ingressar em um curso superior e a importância das cotas para incluí-las no sistema educacional.

Na oportunidade, o diretor-geral, Josafá Carvalho Aguiar, comprometeu-se a analisar as possibilidades de contribuição do IFTO para melhorar a vida daquela comunidade, a partir de atividades de ensino, pesquisa e extensão.

Para a remanescente de quilombo e acadêmica de licenciatura em Ciências Biológicas, Ana Barros, a reunião foi um momento importante para evidenciar ao IFTO que há muitos estudantes remanescentes, que precisam ser vistos e valorizados, pois sua presença na instituição é uma conquista, uma vez que houve um período em que eles não tinham espaços nas instituições, que oferecem cursos superiores.“Queremos ser visto pela sociedade e pela instituição na qual estudamos”, declarou Uana Barros.

O projeto café com o diretor tem como objetivo fortalecer as atividades extensivas da unidade Araguatins, gerando engajamento com a comunidade para promoção de desenvolvimento regional. Além disso, pretende divulgar as ações realizadas pelo IFTO e os cursos oferecidos pela instituição.