Você está aqui: Página Inicial > Notícias > PNAE realiza pesquisa sobre perfil alimentar na unidade de Gurupi

Notícias

PNAE realiza pesquisa sobre perfil alimentar na unidade de Gurupi

A pesquisa foi realizada com estudantes atendidos pelo programa

por Luícia Ferreira publicado: 10/07/2020 16h19 última modificação: 10/07/2020 16h19

Os bolsistas do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) da unidade de Gurupi realizaram uma pesquisa com os estudantes da educação básica atendidos pelo programa, com o objetivo de nortear futuras ações de Educação Alimentar e Nutricional no IFTO.

A pesquisa foi realizada meio de questionário elaborado pelos bolsistas do programa, Fernanda Martins e Pablo Henrique sob supervisão da nutricionista da PROAE, Jahny Duarte, através de formulário que pudesse ser respondido a distância. O intuito da ação foi traçar o perfil dos estudantes, quanto às práticas adequadas e inadequadas envolvendo o hábito alimentar.

As perguntas de múltipla escolha indagaram desde como era a alimentação do estudante em casa e na Unidade, até se eles manifestavam alguma intolerância alimentar. Segundo a nutricionista Jahny Duarte “Observou-se, por exemplo, que muitos estudantes não costumam levar lanches para o Campus e, quando levam, preferem industrializados. A pesquisa indicou também um baixo consumo de frutas, verduras e legumes e um consumo elevado de refrigerante. Indicou também que os estudantes costumam negligenciar o café da manhã”, destacou a nutricionista enfatizando que com as informações o planejamento de ações futuras de EAN para o PNAE se torna bem mais objetivo.

Segundo o bolsista Pablo Henrique “Um dos principais objetivos do PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar) é suprir parcialmente as necessidades nutricionais dos alunos beneficiados, enquanto presentes na unidade escolar, visando atender os requisitos nutricionais. Dessa forma, o questionário de pesquisa aplicado torna-se uma ferramenta de suma importância, uma vez que pode ser utilizado, futuramente, para auxiliar no planejamento de ações a serem desenvolvidas pelo programa”. Fernanda Martins destacou que “a ação permitiu conhecer sucintamente a realidade local do Campus, por meio das respostas obtidas a respeito do hábito alimentar dos estudantes”, finalizou. 

Confira a pesquisa