Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Parceria possibilita experiência internacional para acadêmicos do IFTO

Notícias

Parceria possibilita experiência internacional para acadêmicos do IFTO

Intercâmbio

Estudante se dedica para formação no exterior e destaca crescimento em diversas áreas
por Mayana Matos publicado: 12/03/2019 09h00 última modificação: 12/03/2019 10h37
Exibir carrossel de imagens Gestores recepcionaram o estudantes antes de embarcar para o Canadá.

Gestores recepcionaram o estudantes antes de embarcar para o Canadá.

Ter a oportunidade de conhecer outro país, falar um novo idioma, conhecer novas culturas e, ainda, garantir formação acadêmica com profissionais de outras nacionalidades. Essas são algumas experiências que estudantes do Instituto Federal do Tocantins (IFTO) vivenciam através de bolsas de intercâmbio, por meio do Acordo de Cooperação Acadêmica, firmado entre o IFTO e o College of the Rockies, no Canadá.  

O estudante Guilherme Alves Morais foi um dos selecionados, no ano passado e, desde então, está cursando um semetre letivo no Canadá. Guilherme é acadêmico do curso de Engenharia Civil na unidade de Palmas. Antes da sua partida, em dezembro de 2018, o estudante foi recepcionado pelas pró-reitoras de Ensino, Nayara Pajeú; de Extensão, Gabriela Medeiros; de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação, Paula Karini e de Assuntos Estudantis, Marilene Sepúlvida na Reitoria do IFTO. As gestoras ouviram relatos sobre a experiência de Guilherme ao optar por fazer o certame, bem como desejaram êxito ao estudante no decorrer do seu intercâmbio. Milton Flores, chefe de gabinete da Reitoria, também participou do momento.

Guilherme falou da satistação de realizar o desejo de estudar fora do país. "Eu havia tentando algumas vezes e não conseguia. Me preparei bastante para a seleção até ser aprovado. Sou muito grato ao IFTO por oferecer essa oportunidade e a todos que auxiliam no meu processo de formação. Essa experiência possibilita dá um grande salto na minha carreira profissional, bem como será um diferenciador quanto à minha vivência pessoal", disse. 

As bolsas de estudo para Líderes Emergentes nas Américas (ELAP) proporcionam aos estudantes da América Latina e do Caribe oportunidades de intercâmbio de curta duração para estudo ou pesquisa, no Canadá, nos níveis de graduação e pós-graduação. Além das disciplinas do curso de Engenharia Civil, Guilherme está cursando também inglês para textos acadêmicos. Recentemente o IFTO fez pré-seleção de estudantes para o programa

Vivência no exterior

Guilherme destaca como está sua rotina na cidade Cranbrook, BC. "Moro com uma família, com outros estudantes, um tailandês e um japonês. Eu cheguei um pouco nervoso com a língua, mas fui me adaptando e, com o curso, isso vai tirando o constrangimento. A escola fez todo um acolhimento, explicando todos os procedimentos. Tive que fazer um teste de inglês, me saí bem e não precisei pegar matéria do programa de inglês deles. Com o meu resultado não foi necessário e me dediquei especialmente às matérias acadêmicas", relatou.

Intercâmbio

O estudante faz as disciplinas de Estatística Aplicada em Cálculo,  Inglês Acadêmico, Geologia e Laboratório de Geologia. Guilherme queria mais e, por iniciativa própria,  foi em busca de um estágio na área. Ele está atuando em uma empresa de engenharia com serviços em geotecnia. "Deu certo, consegui o estágio voluntário. Apesar de estar no inverno e não ter tanta demanda, sempre que precisam de alguma coisa eles me chamam. Isso tem sido muito bom para mim. Por causa da bolsa, eu não posso ter trabalho pago fora do campus, mas o intuito aqui é aprender mais sobre engenharia dentro da pespectiva canadense", disse com empolgação. 

Guilherme também falou das vantagens de morar com uma família canadense. "Não tenho do que reclamar. Eles são extremamente educados, os canadenses são assim. No meu caso não foi tão difícil. Não tive tanto um choque de cultura porque eu já esperava. Estou aprendendo muito com a cultura canadense, com o jeito deles de seguir as regras à risca. São pessoas que tem muita empatia. Sempre tentam ajudar os outros. Isso tem sido muito bacana", afirmou. 

Novos horizontes

Guilherme afirmou ser essa uma grande experiência acadêmica, pessoal e profissional. "Tenho tentado aproveitar ao máximo o que a faculdade oferece. É uma troca muito grande. O Canadá tem muito imigrantes e os canadenses estão abertos a recebê-los. Não tem preconceito e a gente se sente acolhido. É um país que acolhe estrangeiros. Infelizmente o intercâmbio passa muito rápido (risos). A vontade que eu tenho é que ficasse aqui por mais um tempo. Tem sido uma experiência maravilhosa para mim. Um crescimento pessoal, acadêmico e profissional muito grande. Nessas três áreas estou aprendendo muito. A parte cultural é um ganho muito grande. A gente aumenta nossas expectativas, vê diferentes culturas e consegue aprender com cada uma", declarou.  

Mais informações sobre como funciona o programa de intercâmbio do IFTO podem ser obtidas através da Coordenadora de Relação e Assuntos Internacionais, através do e-mail: assint@ifto.edu.br ou telefone (63) 3229-2219.