Você está aqui: Página Inicial > Notícias > IFTO se solidariza com a população do Amapá em razão da falta de energia

Notícias

IFTO se solidariza com a população do Amapá em razão da falta de energia

Crise de abastecimento

Estado chega ao 11º dia de apagão
por Mayana Matos publicado: 13/11/2020 09h26 última modificação: 13/11/2020 09h35

O Instituto Federal do Tocantins (IFTO) ratifica a nota pública do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) e se solidariza com a população do Amapá que sofre, há 11 dias, com a crise decorrente da falta de abastecimento de energia. 

Confira a Nota na íntegra: 

O Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) se solidariza com a comunidade acadêmica do Instituto Federal do Amapá (Ifap), bem como com toda a população do estado, que sofre com a ausência no fornecimento de energia e água que atingiu 13 dos 16 municípios, desde a noite de terça-feira (3/11).

A Rede Federal entende que os governos local e nacional devem buscar mecanismos para resolver a crise no abastecimento de energia elétrica e de água potável o mais rápido possível, ao tempo em que deve oferecer à população condições mais salubres para enfrentar a pandemia do novo Coronavírus, e retomar suas atividades cotidianas.

Devido ao problema, o Ifap precisou suspender temporariamente o calendário acadêmico do ensino remoto de algumas unidades. Alguns serviços administrativos seguem funcionando parcialmente para dar assistência a comunidade acadêmica local, priorizando, assim que possível, a retomada dos trabalhos e aulas remotas.

Diante dos fatos, cobramos da Agência Nacional de Energia Elétrica – Aneel uma posição firme para apurar os fatos e uma resolução o mais breve possível, além de repudiarmos toda e qualquer tentativa de minimização do problema ocorrido no Amapá.