Você está aqui: Página Inicial > Notícias > IFTO registra novo pedido de patente

Notícias

IFTO registra novo pedido de patente

INPI

Tecnologia é resultado de pesquisa de docentes
por Mayana Matos publicado: 07/04/2021 15h50 última modificação: 07/04/2021 15h59

O Instituto Federal do Tocantins (IFTO) registrou mais um pedido de patente intitulado "Carvão vegetal bioindustrial do capim andropogon". O pedido de patente, com número BR 10 2020 000887-0, foi publicado na Revista de Propriedade Industrial RPI, nº 2621, de 30 de março de 2021, página 231/1570, com despacho de patente corretamente depositada junto ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI).

Esta é a primeira etapa de todo o processo de depósito de patentes. A segunda etapa já foi iniciada e se refere ao período de 18 meses de sigilo. A invenção é resultado de pesquisa de docentes do IFTO e da UFT. São eles: Argemiro Lima Pedrosa (IFTO), Marcelo Mendes Pedroza (IFTO) e Grasiele Soares Cavallini (UFT). 

"É sempre com grande entusiasmo que recebemos a notícia de êxito no andamento dos nossos registros de patentes junto ao INPI. Temos grandes pesquisadores e inventores no IFTO. E os professores Marcelo Mendes Pedroza e Argemiro Lima Pedrosa representam muito o nosso time. É destacável o olhar atento dos pesquisadores na busca de meios alternativos de proteção ao meio ambiente", ressaltou a pró-reitora de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação do IFTO (Propi), Paula Karini. 

A assessora de Propriedade Intelectual do IFTO, Siméia Marinho, enfatizou a possibilidade de abertura de mercado para esta inovação. "Vencer esta primeira etapa do processo de pedido de patente é uma avanço para a Instituição e inventores, e abre caminhos para possíveis exploração e/ou comercialização da tecnologia, mesmo antes da concessão da patente. Sinto que esta conquista servirá de estímulo para nossos pesquisadores buscarem, cada vez mais, a proteção de suas criações junto ao NIT", afirmou.