Você está aqui: Página Inicial > Notícias > IFTO e ESCA promovem I Feira de Educação e Sustentabilidade

Notícias

IFTO e ESCA promovem I Feira de Educação e Sustentabilidade

Extensão

Atividade fez parte do projeto IFTO e ESCA: Compartilhando Saberes e Experiências por uma Educação de Qualidade
por Kelinne Guimarães publicado: 24/06/2019 13h39 última modificação: 24/06/2019 13h42

Com informações de Quitéria Alcântara

Com a intenção de despertar a consciência crítica dos estudantes sobre as graves questões socioambientais, foi promovida a I Feira de Educação e Sustentabilidade da Escola Comunitária de Augustinópolis, no dia 19 de junho, na cidade de Augustinópolis – TO. O evento contou com a visitação de escolas estaduais e municipais de Augustinópolis e pais de estudantes, que prestigiaram a exposição de trabalhos, materiais e apresentações presentes nos estandes espalhados no pátio da escola Comunitária.

A I Feira de Educação e Sustentabilidade da Escola Comunitária de Augustinópolis contou, ainda, com dois espaços implementados pelos acadêmicos extensionistas do IFTO, visando movimentar e incentivar a sustentabilidade e o consumo consciente da comunidade participante. Um espaço foi nomeado de Jardim de Cheiros, sendo constituído de plantas medicinais e ornamentais e outro Barraca do Desapego, onde eram feitas trocas de livros e brinquedos.

Vale destacar que a feira foi uma ação do projeto de extensão titulado: IFTO e ESCA: Compartilhando Saberes e Experiências por uma Educação de Qualidade, que é desenvolvido por uma equipe composta 10 (dez) acadêmicos, sendo 8 (oito) da Licenciatura em Ciências Biológicas e 2 (dois) da Licenciatura em Computação, sob a coordenação da professora Quitéria Alcântara. 

Para a realização da feira foram promovidas oficinas em sala de aula, em parceria com os professores, a partir de temas geradores, sendo: Alimentação Saudável(1º e 2º ano); As plantas, nosso Planeta Verde (3º e 4º ano); Lixo e materiais recicláveis (5º e 6º ano); A Água, Fonte de Vida (7º e 8º ano).

“Espera-se com o projeto de extensão estimular práticas que levem a integração entre as turmas, a escola e a comunidade, tornando-os multiplicadores de ações educativas em prol de uma consciência socioambiental e cidadã”, enfatizou a coordenadora do projeto, Quitéria Alcântara.