Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Unidades realizam ações que debatem a valorização da vida

Notícias

Unidades realizam ações que debatem a valorização da vida

Setembro Amarelo

Mês foi marcado por diversas atividades no IFTO
por Maiara Sobral publicado: 02/10/2017 17h24 última modificação: 06/10/2017 16h58
Exibir carrossel de imagens Setembro Amarelo - Lagoa da Confusão

Setembro Amarelo - Lagoa da Confusão

Setembro chegou ao fim, mas deixou uma semente nas unidades do Instituto Federal do Tocantins (IFTO), durante todo o mês foram realizadas ações que promoveram debates sobre a valorização da vida e prevenção ao suicídio.

No dia 26, o Campus Araguaína dedicou a manhã para falar sobre o tema, foi realizada uma mesa redonda para tratar os fatores de risco para o suicídio, a influência da mídia para o suicídio e religiosidade/ espiritualidade: prevenção ao suicídio, além de apresentações teatrais.   

Campus Araguatins promoveu no dia 25 uma roda de conversa sobre a campanha com os servidores e terceirizados da unidade. Nesse momento foi abordado o surgimento da campanha e sua importância, além do trabalho desenvolvido pelo Núcleo de Atendimento às Pessoas com Necessidades Especiais (Napne) no que se refere ao apoio aos servidores terceirizados e estudantes.

Já no Campus Avançado Formoso do Araguaia foram realizadas três ações: ornamentação do campus no dia 4, com o envolvimento dos estudantes e servidores; curso sobre prevenção ao suicídio no dia 13 e ciclo de palestras promovido pelos multiplicadores capacitados durante o curso no dia 26.  

Por sua vez, o Campus Avançado Lagoa da Confusão também aderiu à ação, na entrada da unidade foi colocado o símbolo da campanha, com a frase: Acredite na vida. Para os servidores, foram disponibilizados broches com o mesmo símbolo para ser utilizado durante todo o mês de setembro. Já para os discentes, no dia 13, foi exibido o vídeo: Setembro Amarelo, vamos falar sobre suicídio, gravado pela psicóloga Milena Thomazi. Em seguida os estudantes participaram de uma roda de conversa, mediada pelas servidoras Jacqueline Pilger Effgen e Edinaiara Plícia da Silva, para abordar a importância de falar sobre o suicídio e desmistificar alguns tabus acerca do tema, bem como, orientações sobre a prevenção.

No Campus Colinas do Tocantins foi realizado o I Fórum de Prevenção ao Suicídio e Valorização da Vida, que promoveu o curso sobre suicídio no dia 27, no qual os servidores da Coordenação de Assistência ao Estudante e participantes do Seminário de Assistência Estudantil promoveram ações/falas durante o evento. A organização ficou por conta dos servidores da unidade, juntamente, com o Centro Acadêmico do curso de Licenciatura em Computação.

No Campus Dianópolis foram criados grupos de trabalhos com a mediação dos servidores da Assistência Estudantil, que promoveram ações motivacionais em parceria com o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) do município. Além disso, foi realizado o projeto Perspectivação, promovido pelos estudantes do curso técnico em Informática, que aborda a contribuição da meditação para uma mente saudável. As ações foram desenvolvidas nos dias 22, 26 e 30.

Por sua vez o Campus Gurupi desenvolveu uma ação na qual foram colocados cartazes em toda unidade sobre a valorização da vida e a prevenção ao suicídio. Como parte da campanha, também foram disponibilizados vídeos em alusão à campanha na televisão que fica na recepção do campus. 

A campanha Setembro Amarelo movimentou o Campus Palmas, a Diretoria de Apoio ao Estudante e Servidor (DAES) realizou mobilização por meio do uso de camiseta amarela, faixa de divulgação, fitas amarelas, balões, entre outros adereços. No dia 15, foi realizado o abraço amigo no hall de entrada da unidade e a exposição do filme: O Vendedor de sonhos para os servidores; nos dias 13 e 14, foi  aplicada uma pesquisa com os estudante do Ensino Profissional Integrado ao Ensino Médio (EPIEM), com aplicação de questionário em sala de aula com a temática "suicídio". 

Também foram circuladas mensagens motivacionais e reflexivas sobre prevenção do suicídio transmitidas na TV do hall da recepção e distribuídas pela unidade. Além disso, no dia 22 de agosto, foi promovida a palestra: Prevenção ao risco de suicídio. 

Ainda no Campus Palmas, a Coordenação de Ciências Humanas organizou diversas atividades: mesa redonda Vamos Falar Sobre Suicídio?  e as oficinas: Suicídio e Cultura, Suicídio e Orientação Sexual,  Suicídio e Transtornos Mentais e Suicídio e Violência Sexual, todas as ações no dia 27.

Campus Porto Nacional realizou entre os dias 19 e 22, por meio da Coordenação de Assistência ao Estudante (CAE), uma campanha de conscientização sobre os sinais que podem levar uma pessoa ao suicídio. Foram colocados balões amarelos e mensagens reflexivas no corredor central, além de palestra sobre o tema.

Para a diretora de Assuntos Estudantis em exercício, Milena Thomazi, as equipes de Assistência Estudantil da Reitoria e dos campi mobilizaram-se de forma articulada para realizar atividade diversas ações sobre prevenção ao suicídio. Ela ressalta que falar sobre o tema com responsabilidade e estar atento aos sinais que o outro emite são tarefas primordiais que muito podem fazer.  

"Agradecemos pelo engajamento de todos os servidores, especialistas externos e estudantes que contribuíram para que tantas ações acontecessem ao mesmo tempo e esperamos contribuir com informação segura e acolhimento a estudantes em situação de sofrimento. Reforçamos a abertura dos setores psicológicos e de Assistência Estudantil para ajudar nossos estudantes", destaca Milena.

É importante lembrar que a mobilização continua no dia a dia dos campi e a Campanha em alusão ao Setembro Amarelo ficou marcada no calendário de ações institucionais do IFTO.