Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Setembro Azul: IFTO conta com programação diversificada nas unidades

Notícias

Setembro Azul: IFTO conta com programação diversificada nas unidades

Conscientizar

O mês é marcado pela visibilidade da Comunidade Surda Brasileira
por Mayana Matos publicado: 10/09/2021 08h40 última modificação: 10/09/2021 15h29

O mês de setembro é também conhecido como Setembro Azul: mês da visibilidade da Comunidade Surda Brasileira. A campanha busca conscientizar sobre a acessibilidade e a comemoração das conquistas obtidas pela comunidade surda ao longo dos anos. 

O mês é marcado por datas importantes: 10 de setembro é comemorado o Dia Mundial da Língua de Sinais; 21 de setembro é o Dia Nacional da Luta da Pessoa com Deficiência; 26 de setembro é comemorado o Dia Nacional dos Surdos e 30 de setembro é comemorado o Dia Internacional dos Surdos e o Dia Internacional do Tradutor Intérprete. Para reforçar a importância da conscientização, o Instituto Federal do Tocantins (IFTO) vai promover diversas ações em suas unidades em alusão à campanha. 

Com o tema: Setembro Azul: Educação, Cultura e Protagonismo, a programação geral do evento conta com diversas oficinas e palestras sobre Libras; protagonismo surdo; estratégias de ensino para estudantes surdos e uma aula magna para inaugurar o curso de Libras na unidade de Gurupi. Participam da organização do evento todas as equipes de Tradutores Intérpretes de Língua de Sinais e Português  (TILSp), de todas as unidades do IFTO, bem como equipes dos Núcleo de Atendimento às Pessoas com Necessidade Específicas (NAPNE). 

"Os eventos ligados ao Setembro Azul têm a finalidade de chamar a atenção para a luta pela visibilidade, acessibilidade e inclusão da comunidade surda, no Brasil. Sabemos que a prática na verdade deve ser diária, afinal pessoas surdas sofrem preconceitos e encontram barreiras todos os dias", enfatizou a coordenadora de Inclusão e Diversidade, da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (Proae), Alini Albuquerque. 

Inscrição e Programação

As inscrições estão abertas e podem ser feitas através deste endereço eletrônico: https://si.ifto.edu.br/evento/inscricao/1071/. Toda a comunidade é convidada  a participar da programação, que está distribuída da seguinte forma: 

- Araguaína: "Tenho uma estudante surdo, e agora? - Estratégias de ensino", por ⁨Adriana Carvalho, no dia 22 de setembro, às 18h.  

- Araguatins: Oficina: "Tenho um colega surdo, e agora?", por William Jhone, no dia 23 de setembro, às 16h.

- Colinas do Tocantins:  "Interação com alunos surdo e estratégias de ensino em sala de aula", por Girlene Ferreira, no dia 20 de setembro, às 9h. 

- Dianópolis: "Práticas e contextualização de ensino para estudantes autistas e com deficiência intelectual", por professor George França e professora Kátia Rose Oliveira, no dia 21 de setembro, às 9h. 

- Gurupi: Live "Aulão de Libras", aula inaugural no dia 14 de setembro, às 19h, com a professora Adriana Oliveira. 

- Palmas: "O Uso das tecnologias no ensino remoto: Adaptações para o aluno surdo no Classroom e no Google Meet", por Adriana Araújo e Pablo Marquinhos, mediadora Alini Alves, no dia 22 de setembro, às 15h.  

- Porto Nacional: Oficina de conversação em Libras e terminologia de Informática, por Lorrane Cristina Oliveira Braz, no dia 24 de setembro, às 9h. 

Todas as oficinas serão ministradas na plataforma Google Meet. O link de acesso será enviado a todos os inscritos. A palestra de abertura do "Aulão de Libras", da unidade de Gurupi, será transmitida pelo canal oficial do IFTO, no Youtube.

"Muitas pessoas ainda oprimem, falham, infringem o direito do sujeito surdo e causam situações constrangedoras a essa minoria linguística. Não compreendem a forma de expressão, escrita, a língua materna, e as dificuldades que muitos surdos têm com sua segunda língua. O IFTO não poderia ficar de fora dessas comemorações. Ainda mais agora que o ensino bilíngue foi incluído na LDB, precisamos mais do que nunca conhecer os direitos linguísticos de nossos estudantes surdos e promover a eles um ensino igualitário, levando em conta sua língua materna",  reforçou Alini. 

Além do evento, as unidades do IFTO farão menções informativas ao Setembro Azul nos perfis oficiais, nas redes sociais, ao longo do mês de setembro.