Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Reitoria e Campus Avançado Formoso do Araguaia realizam atividades

Notícias

Reitoria e Campus Avançado Formoso do Araguaia realizam atividades

Assistência Estudantil

Apoio visa garantir a execução do Programa Nacional
por Maiara Sobral publicado: 13/03/2018 09h51 última modificação: 13/03/2018 11h22
Exibir carrossel de imagens Assistente Social em Formoso do Araguaia

Assistente Social em Formoso do Araguaia

Com foco na contribuição para o acesso, a permanência e a conclusão dos estudos dos estudantes com dificuldades socioeconômicas, entre os dias 5 e 7 de março, a assistente social Maria de Fátima Carneiro, que integra a equipe da Diretoria de Assuntos Estudantis (DAE) na Reitoria, esteve presente no Campus Avançado Formoso do Araguaia, do Instituto Federal do Tocantins (IFTO). 

A ação faz parte da etapa do Programa de Assistência Estudantil do Instituto Federal do Tocantins (IFTO), que está em consonância com as demandas contidas no Decreto nº 7.234, de 19 de julho de 2010. Além dessa etapa existem entrevistas conduzidas pela equipe multidisciplinar para identificar e selecionar estudantes regularmente matriculados em cursos do IFTO, prioritariamente, em situação de vulnerabilidade econômica e social. 

O diretor da unidade, Marlon Brito, destaca o volume de recursos que o IFTO aplicará no Campus Avançado Formoso do Araguaia, que ultrapassa R$ 135.000,00 e atenderá a mais de 100 estudantes em 2018. "A maioria dos investimentos estão no auxílio Bolsa-Formação Profissional que consiste em apoio financeiro mensal para auxiliar os estudantes que desenvolvam atividades de ensino, pesquisa e extensão nos contraturnos de suas aulas", afirma ele.

"O apoio da DAE aos campi avançados é essencial visto que tais unidades não contam com equipe de Assistência Estudantil estruturada, com assistentes sociais, psicólogos etc. Assim, o suporte é ofertado a eles para conseguirem realizar a seleção de quais estudantes receberão algum benefício de Assistência Estudantil. Porém, mais importante do que selecionar quem receberá apoio financeiro, esse é um momento ímpar no qual o profissional especializado da instituição tem contato direto, analisa a realidade do estudante, conhece suas fragilidades, vulnerabilidades, senta junto, olha no olho, entrevista o estudante e, em alguns casos, até a visita domiciliar", destaca Hígor Lira, diretor de Assuntos Estudantis.