Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Prêmio ODS é apresentado no Tocantins

Notícias

Prêmio ODS é apresentado no Tocantins

Desenvolvimento Sustentável

Seminário aconteceu na Reitoria do IFTO no dia 30 de maio
por Maiara Sobral publicado: 29/05/2018 16h54 última modificação: 30/05/2018 15h53

Com o objetivo de apresentar aos parceiros a importância do Prêmio ODS Brasil, nesta quarta-feira, 30, a partir das 9h no Auditório II da Reitoria do Instituto Federal do Tocantins (IFTO) foi realizado um seminário. A ação foi conduzida pela diretora de Relações Político Sociais da Secretaria Nacional de Articulação Social (SNAS), Carmem Bueno e pelo gerente da Região Norte da Subsecretaria de Assuntos Federativos (SAF), Márcio Monte.

Criado pelo Governo Federal por meio do Decreto Presidencial nº 9.295, de 28 de fevereiro de 2018, o Prêmio ODS Brasil visa incentivar, valorizar e dar visibilidade a práticas que  contribuam para o alcance das metas da Agenda 2030 em todo o território nacional. Ele será concedido bienalmente, até 2030.

O prêmio está dividido em quatro categorias: governos, organizações com fins lucrativos, organizações sem fins fins lucrativos e instituições de Ensino, Pesquisa e Extensão. As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas até às 23h59 do dia 29 de junho (horário de Brasília - DF), exclusivamente, por meio eletrônico, pelo preenchimento dos formulários disponibilizados no portal www.odsbrasil.gov.br. Vale destacar que cada entidade poderá inscrever até três práticas da sua categoria  e que as práticas inscritas devem ter, pelo menos, um ano de existência na data da inscrição e possuir resultados mensurados.

Participações

Participaram do evento as seguintes autoridades: reitor do IFTO, Antonio da Luz; reitor da Universidade Federal do Tocantins (UFT) Luis Eduardo Bovolato, presidente do Conselho Deliberativo Estadual do Sebrae, Pedro José Ferreira; vice-presidente da Fieto, Sérgio Tavares; assessor do presidente da Fieto, José Roberto Fernandes; subsecretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Turismo e Cultura do Estado do Tocantins, Wilson Charles Seixas; representante da União Geral dos Trabalhadores (UGT), Célio Mascarenhas; assessora técnica da SNAS, Carla Cal; além de representantes da Prefeitura Municipal de Palmas.

Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sutentável

A Agenda 2030 dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) faz parte de um Protocolo Internacional, assinado por 193 países, na Assembleia Geral das Organizações das Nações Unidas (ONU), em setembro de 2015, onde o Governo Brasileiro assumiu o compromisso de adotar um modelo de desenvolvimento sustentável, com metas a serem alcançadas até 2030. O Brasil, como sede da Conferência Rio+20, teve um importante papel na construção da Agenda e na promoção de amplo diálogo realizado com a sociedade civil e governos (Com informações da Assessoria da SNAS).