Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Prazo para envio de contribuições é prorrogado

Notícias

Prazo para envio de contribuições é prorrogado

Paai 2017

Servidores podem tirar dúvidas sobre o documento e o envio de sugestões em webconferência
por Thâmara Filgueiras publicado: 06/03/2017 18h47 última modificação: 16/03/2017 10h42

Com a nova metodologia de construção do Plano Anual de Atividades Institucionais (Paai) deste ano, muitos servidores apresentaram dúvidas sobre como fazer as sugestões. Com o objetivo de sanar as principais questões levantadas pelos servidores, além de passar mais informações sobre o que é o Paai, o coordenador de Planejamento Estratégico do IFTO, William Dias, realizará, nesta terça-feira, 7, a partir das 10 h, uma webconferência. Para participar, basta acessar o canal webconf2.rnp.br/ifto1.

Com isso, o prazo para envio de sugestões ao Paai 2017 foi prorrogado. Agora, os servidores terão até o próximo dia 16 para contribuir com a construção do documento. As sugestões devem ser enviadas por meio de sistema específico, acessível pelo link http://sysifto.ifto.edu.br/login/?next=/paai/ . 

O que é o Paai

É um desdobramento do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) do IFTO, documento que define os objetivos estratégicos para um determinado períodoCada objetivo estratégico possui indicadores, que permitem a Instituição saber como exatamente ela está; além disso, também são traçadas metas.

William explica que, após definidos os objetivos, os indicadores e as metas no PDI, é necessário desdobrá-los em ações para cada unidade/setor, que é o que consiste o Paai. "Trata-se de como o esforço de cada uma das partes do IFTO ajudará no atingimento desses indicadores/meta, para que consigamos alcançar nossos objetivos institucionais", explicou.

Ele falou, ainda, da importância das contribuições dos servidores. "Como os recursos do IFTO são limitados, queremos saber a opinião dos servidores sobre quais problemas mais afetam a nossa instituição, de forma que consigamos investir de forma mais eficiente nossos recursos", completou.