Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Pioneira no TO, empresa incubada no Campus Palmas desenvolve mudas de mandioca livres de vírus

Notícias

Pioneira no TO, empresa incubada no Campus Palmas desenvolve mudas de mandioca livres de vírus

Agronegócio

Biofábrica de Mudas oferece inovação para a área do Agronegócio
por Eliane Vieira publicado: 17/05/2018 12h35 última modificação: 18/05/2018 08h44

Inovação na área do Agronegócio. Essa é a proposta da Genova, Biofábrica de Mudas incubada no Campus Palmas, do Instituto Federal do Tocantins (IFTO), que é pioneira no Estado no desenvolvimento de mudas de mandioca livres de vírus.

A biofábrica nasceu a partir de um projeto de pesquisa e é tocada por professores e estudantes do Campus Palmas, em parceria com a Embrapa. A empresa investe tempo e conhecimento científico na produção de alimentos selecionados geneticamente. O objetivo é dar ao produtor segurança e melhores resultados em seus negócios e oferecer aos consumidores em geral alimentos de boa qualidade e com segurança fitossanitária.

“Nós identificamos que no mercado da produção de mandioca os produtores têm dificuldades em encontrar materiais de propagação de qualidade para aumentar suas áreas de plantio. Dessa forma, durante o desenvolvimento do nosso trabalho conseguimos mapear todo o processo de produção de mudas certificadas, identificando e selecionando as plantas saudáveis, das quais é possível extrair o melhor e garantir que as mesmas sejam livres de doenças. Essas mudas, da variedade Cacau Melhorada, têm desempenho único em seu rendimento e são certificadas pelo Ministério da Agricultura e pela Embrapa”, explica a professora do Campus Palmas e presidente da Genova, Vanessa Domingos.

Conforme a professora, as mudas certificadas livres de vírus são clonadas pelo método de propagação rápida da Embrapa. Atualmente 1500 mudas estão em produção no viveiro construído dentro do Campus Palmas. “A Genova utiliza tecnologias agrícolas modernas, como irrigação automatizada e monitoração de ambiente, com controle de umidade e das condições climáticas, para garantir o vigor e o padrão de qualidade dessas mudas”, conta Vanessa.

Maior rendimento e menos agrotóxicos

A intenção da empresa é fornecer as mudas aos produtores, garantindo que a mesma permanecerá saudável durante todo o ciclo da cultura e desta forma irá ter maior produtividade. “O custo em irrigação e adubação é altíssimo para o produtor e tendo a garantia de uma muda sadia ele terá mais segurança para investir em sua produção. Além disso, o uso de uma muda livre de vírus proporciona um aumento de até 40% na produtividade devido ao vigor da muda, maior competitividade com o mato e estado nutricional da planta saudável nos primeiros estágios da cultura”, destaca a professora. 

Vanessa lembra ainda que "dentre as vantagens na utilização da muda de mandioca ao invés de manivas-semente podemos citar a redução da quantidade de agrotóxicos no controle de plantas invasoras. Isto porque a muda está a 45 dias de crescimento vegetativo adiantado em relação às manivas-semente. O uso de herbicida em pré-plantio incorporado (PPI) condiciona maior competitividade à cultura associado ao uso da muda sadia livre de vírus". 

Missão dos IFs

Segundo a professora a Genova vem ao encontro da missão dos institutos federais, que é realizar pesquisas aplicadas, que produzam inovação e transformação para a sociedade. “Com o apoio que recebemos por meio de programas institucionais de apoio à pesquisa e inovação dentro do IFTO, conseguimos com a Genova oferecer a oportunidade de melhorar a estruturação das cadeias produtivas do Agronegócio no Estado do Tocantins. Deste modo estamos cumprindo a missão dos institutos federais, que é gerar inovação para a sociedade”, afirmou a professora. 

Novos Horizontes

Para o estudante do curso de Agronegócio do Campus Palmas Alailton Carlos Duarte, que integra o grupo de estudantes que desenvolve as pesquisas da Genova, a oportunidade de participar da iniciativa abriu novos horizontes. "Participando desse projeto nós temos aprendido bastante e estamos tendo a oportunidade de praticar o que vimos no curso. Além disso, também aprendemos muitas coisas novas, conhecemos equipamentos. Essa participação criou novos horizontes, pois possibilitou mais conhecimento sobre o empreendedorismo na prática. Outro diferencial com a nossa participação na Genova é a experiência que ganhamos e que já levaremos para o mundo do trabalho", finalizou o estudante.

Destaque na Agrotins

A Biofábrica de Mudas Genova foi destaque na Agrotins 2018. As mudas produzidas pela empresa foram expostas no stand do IFTO durante a feira agrotecnológica e os visitantes puderam conhecer um pouco mais sobre o trabalho desenvolvido e tecnologias utilizadas pelos pesquisadores do Campus Palmas. 

Saiba mais sobre a Genova clicando aqui para assistir o vídeo institucional da Biofábrica de Mudas.