Você está aqui: Página Inicial > Notícias > IFTO lembra Setembro Amarelo e lança canal de orientação

Notícias

IFTO lembra Setembro Amarelo e lança canal de orientação

Conscientização

Página ajuda a compreender sinais de alerta e formas de acolhimento
por Mayana Matos publicado: 10/09/2019 13h00 última modificação: 17/09/2019 15h01

Um fenômeno complexo, multifacetado e de múltiplas determinações, que pode afetar pessoas de diferentes classes sociais, origens, idades, orientações sexuais e identidades de gênero. O mês de setembro é marcado pela campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio com a proposta de associar à cor amarela ao mês que marca o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio (10 de setembro). 

No Instituto Federal do Tocantins (IFTO), a Pró-reitoria de Assuntos Estudantis (Proae), através do setor de Psicologia, lançou nesta terça, 10, o projeto  "Hoje o assunto é...", que consiste em trabalhar temas pontuais com os quais a assistência estudantil lida diariamente. Em uma página no Portal do IFTO são abordados temas como Ansiedade, Autoestima e Suicídio, contendo textos e vídeos explicativos, bem como explanações sobre sintomas, tratamentos e formas de buscar ajuda. 

"No que se refere ao vídeo atual que trata de ansiedade e aos que tratam de autoestima e suicídio vejo a importância deles no sentido de dar atenção a nossa saúde mental, que é parte integrante de nossas funções, ela é essencial para que tenhamos capacidade necessária de desempenhar nossas habilidades sejam elas pessoais ou profissionais", reforçou a psicóloga Milena Borges. Todo o material está disponível no Portal do IFTO e será atualizado frequentemente. 

Na página também é possível compreender sobre o protocolo de atendimento ao estudante com comportamento suicida. Contém instruções de atendimento para os profissionais e todos os servidores sobre acolhimento, atendimento, encaminhamento e monitoramento. Também estão disponíveis detalhes sobre o projeto "Intervenção sobre a Vida" que objetiva realizar capacitação dos servidores do IFTO para reconhecer fatores de risco, acompanhar e encaminhar os estudantes com ideação e/ou tentativa suicida. 

Amarelo

Para reforçar a visibilidade da causa de prevenção ao suicídio, o IFTO, em suas diversas unidades, alterou as cores do portal e perfis nas redes sociais para a cor amarela. Na unidade de Araguaína, espaços físicos foram decorados com as cores da campanha.

Em Gurupi, a unidade está com uma decoração voltada para a temática e disponibilizou um painel para que a comunidade estudantil e de servidores escrevam palavras de motivação. Além de outras ações informativas, a unidade conta com a seguinte programação: palestra com a Liga de Psiquiatria com o Tema: "Combate à depressão e prevenção do suicídio", com o médico Breno Lomazi, no dia 11; apresentação de Teatro Esporte, com o professor Brenno Jadvas, no dia 13; No dia 18, Cine Debate com o psicólogo Vilker Aquino e no dia 30, realização de blitz informativa. 

Na unidade de Porto Nacional, a programação em alusão ao Setembro Amarelo terá início no dia 19 de setembro com palestra da Secretaria da Juventude, às 8h; dia 24 com palestra a ser ministrada pelo psicólogo do campus e, no dia 27, será promovida uma sessão literária acerca da temática. Em Araguatins, alunos e servidores participarão de palestra com o tema "Prevenção ao Suicídio e Valorização da Vida"que será realizada pela equipe multiprofissional do CAPS no dia 11 de setembro, a partir das 9h30, no Auditório Pioneiros.  Após a palestra haverá uma roda de conversa com o foco na campanha Setembro Amarelo.

Em Dianópolis, a programação começa no dia 18 de setembro,com a abertura oficial do Setembro Amarelo e ArtShow pela Vida e Sarau Literário, nesse dia, serão realizadas as palestras: Felicidade e Bullying - Quebrando o Silêncio. Já nos dias 19 e 20 serão realizados os Jogos Integrados. As atividades seguem até o mês de outubro, com oficinas.

Na unidade de Paraíso do Tocantins ações constantes serão desenvolvidas por meio do projeto "Abraçando a Vida", que segundo o psicólogo do campus, Amarildo Cunha, consiste em "trabalhar com os estudantes adultos e principalmente adolescentes do Campus Paraíso do Tocantins a prevenção e posvenção do comportamento de suicídio. O foco será voltado para a promoção da vida, criando canal de proteção e caminhos de prevenção e posvenção ao suicídio. As intervenções são voltadas para prevenção e posvenção do comportamento suicídio na adolescência e outras fases da vida", afirma. 

De acordo com Amarildo, o setor de Psicologia, com apoio da direção-geral da unidade, iniciou no mês de agosto e segue até novembro, a Campanha de Valorização da Vida e Prevenção ao Suicídio, que integra o projeto "Abraçando a Vida", com apoio e orientação da especialista na área, Karina Okajima Fukumitsu, coordenadora da Pós-graduação em Suicidologia: Prevenção e Posvenção, Processos Autodestrutivos e Luto da Universidade Municipal São Caetano do Sul (USCS), "uma das mais conceituadas profissionais que trata da temática". O setor disponibilizou vídeo explicativo acerca do tema na Página do Facebook da unidade. 

Na unidade de Palmas, estão disponíveis à comunidade laços amarelos, bem como foram fixados laços e frases de valorização da vida. Também estão programadas diversas palestras: "Sensibilização aos mitos que envolvem o comportamento suícida", por Leny Carrasco (16/09); "A tecnologia é minha motivação?", por Paulo Roberto (17/09); "As consequências do uso diário de tecnologias na vida dos adolescentes de hoje", por Rodrigo Teixeira (17/09); "Autoestima", por Luciane Prado (18/09); "Momento PQV- Tic-Tac, o palhaço do tempo" (somente para servidores efetivos e colaboradores, dia 18/09); "Privacidade e desafios na rede mundial de computadores", por Thiago Magalhães (19/09); "A relação das mídias sociais na construção da autoimagem", por Maria Elisa Souto (19/09) e "O maior amor", por G.O Parresia (25/09). 

Em Lagoa da Confusão, no dia 20 de setembro, será realizada palestra em alusão ao Setembro Amarelo, com a psicóloga Érika, voltada à conscientização e ao diagnóstico precoce de transtornos mentais, que são os principais desencadeadores do suicídio e tentativas do ato. Além disso, será abordada a importância do acompanhamento psicológico como fator preventivo das ideações suicidas.    

A campanha é de todos!

De acordo com o portal do Movimento Setembro Amarelo, do Centro de Valorização da Vida (CVV), nove em cada dez mortes por suicídio podem ser evitadas. O dado, da Organização Mundial da Saúde (OMS), indica que a prevenção é fundamental para reverter essa situação, garantindo ajuda e atenção adequadas. A primeira medida preventiva é a educação. É preciso perder o medo de se falar sobre o assunto. O caminho é quebrar tabus e compartilhar informações. Esclarecer, conscientizar, estimular o diálogo e abrir espaço para campanhas contribuem para tirar o assunto da invisibilidade e, assim, mudar essa realidade. 

Os contatos com o CVV são feitos pelos telefones 188 (24 horas e sem custo de ligação), pessoalmente (nos 110 postos de atendimento) ou pelo site www.cvv.org.br, por chat e  e-mail,  sob total sigilo. Conheça diversos canais que podem auxiliar na prevenção ao suicídio, acessando Links Úteis! (Com informações do portal oficial do movimento Setembro Amarelo)