Você está aqui: Página Inicial > Notícias > IFTO abre edital do Bolsa Cultura

Notícias

IFTO abre edital do Bolsa Cultura

Lúcia Gomes

Com o objetivo de promover o desenvolvimento da arte e cultura regionais e ainda estimular as potencialidades artísticas de estudantes e servidores nos seus 11 campi, o Instituto Federal do Tocantins (IFTO), por meio da Pró-reitoria de Extensão (Proex) e da Diretoria de Assuntos Estudantis (DAE) da Pró-reitoria de Ensino, lançou nesta quarta-feira, 06, o edital do Projeto Bolsa Cultura.
publicado: 06/09/2017 12h07 última modificação: 06/09/2017 16h04

A intenção é selecionar propostas de projetos de extensão vinculados às ações de arte e cultura para concessão de bolsa a estudantes do IFTO que proponham apresentações públicas relacionadas à música, artes visuais, teatro, dança ou literatura. Os interessados poderão se inscrever de 06 a 24 de setembro, por meio do sistema disponível em http://proex.ifto.edu.br/ocs/index.php .

 

Segundo o edital, as propostas poderão ser apresentadas por qualquer servidor do IFTO, independente de formação, capacitação ou atuação institucional diretamente relacionada à natureza do programa, e também por estudantes do ensino médio e do ensino superior, sendo que os projetos apresentados por alunos deverão ser coordenados por um servidor da instituição. Lembrando que cada proponente poderá submeter até duas propostas de projetos.

 

Serão concedidas 55 bolsas, sendo cinco bolsas por campus. O número de bolsistas por projeto será definido de acordo com a disponibilidade de bolsas. Além dos bolsistas, os projetos apresentados poderão ter colaboradores na equipe, desde que o número máximo de participantes, entre bolsistas e colaboradores, se limite a dois servidores e até dez estudantes. Os colaboradores não farão jus ao recebimento de bolsas.

 

As bolsas terão o valor mensal de R$ 240,00, com vigência de, no máximo, quatro meses, no período de 22 de janeiro de 2018 a 22 de maio de 2018. Cada bolsista deverá cumprir carga horária de oito horas semanais.

 

A análise e o julgamento serão realizados por comissão específica e o processo de seleção das propostas será feito por meio da avaliação do projeto e seguirá os seguintes critérios: contribuição para o desenvolvimento artístico e cultural, considerando a importância e aplicação, qualidade técnica, viabilidade de execução, originalidade, relevância e exequibilidade do projeto.

 

Para mais informações, os interessados devem acessar o edital.