Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Cursos do IFTO são avaliados pelo MEC

Notícias

Cursos do IFTO são avaliados pelo MEC

Reconhecimento

Notas dos relatórios das visitas foram divulgadas
por publicado: 08/02/2017 14h28 última modificação: 20/02/2017 16h16

Entre os dias 4 e 7 de dezembro de 2016, a comissão de avaliação do Ministério da Educação (MEC) esteve no Campus Palmas, do Instituto Federal do Tocantins (IFTO), com o objetivo de conceituar o curso superior de Gestão de Turismo. A avaliação realizada in loco leva em consideração três principais dimensões relacionadas à oferta do curso: estrutura física, organização didático-pedagógica e corpo docente. Segundo o relatório da comissão, o curso foi conceituado com nota cinco, maior avaliação possível.

O curso superior de Tecnologia de Alimentos, ofertado pelo Campus Paraíso do Tocantins, também foi avaliado no ano passado, a visita in loco aconteceu no período de 30 de novembro a 3 de dezembro, após divulgação do relatório, o curso foi avaliado com conceito 3.

Os resultados dos relatórios de reconhecimento dos cursos estão sendo comemorados pelos gestores, professores, técnicos administrativos, alunos e colaboradores que fazem o cotidiano do IFTO. Vale destacar que ambos os processos ainda estão aguardando o parecer final da Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (Seres) e posterior publicação da portaria no Diário Oficial da União (DOU), para finalizar o ato de reconhecimento do curso.

Por meio dessa avaliação, é possível traçar um cenário comparativo da qualidade dos cursos e instituições de ensino superior no Brasil. Em 2016, no IFTO tiveram o reconhecimento os cursos de licenciatura em Química, ofertado pelo Campus Paraíso do Tocantins e licenciatura em Matemática, ofertado pelo Campus Palmas, com conceitos 3 e 4, respectivamente.

Em 2017, os cursos de licenciatura em Letras - Língua Portuguesa e de bacharelado em Engenharia Civil, ofertados pelo Campus Palmas, receberam comissões de avaliação in loco, no período de 1º a 3 de fevereiro. Conforme os relatórios divulgados pelas comissões, os dois cursos foram avaliados com conceito 4.

Desde a solicitação de abertura até a publicação da portaria, momento no qual o processo é finalizado, essa construção é bastante plural, enfatiza o pró-reitor de Ensino, Ovídio Júnior. Ele destaca que o reconhecimento conta com a colaboração e participação de muitas pessoas, setores, coordenações, que trabalham e dão suporte, desde a concepção do curso e suas atualizações até a sala de aula.