Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Comissão elabora Guia de Orientação sobre Minter e Dinter no âmbito do IFTO

Notícias

Comissão elabora Guia de Orientação sobre Minter e Dinter no âmbito do IFTO

Stricto Sensu

O objetivo é sanar dúvidas sobre os procedimentos para as capacitações
por Mayana Matos publicado: 12/07/2017 16h59 última modificação: 12/07/2017 16h59

Busca-se com as capacitações de Mestrado Interinstitucional (Minter) e Doutorado Interinstitucional (Dinter), entre outros objetivos, exercer um impacto positivo sobre as políticas e ações de ensino e pesquisa, em âmbito local, regional ou nacional. Com o objetivo de orientar sobre os procedimentos para este tipo de capacitação, a Pró-reitoria de Pesquisa e Inovação (Propi) e o Comitê de Capacitação de Desenvolvimento de Pessoal da Reitoria (CCDP) do Instituto Federal do Tocantins (IFTO) elaboraram, via comissão, um guia de perguntas e respostas sobre projetos Minter e Dinter no âmbito da instituição. O documento está disponível aqui.

O Guia de Orientação sobre Capacitação Stricto Sensu trata das modalidades de cursos, quais incentivos o IFTO oferece, quem pode participar, quais as etapas de criação de uma proposta de capacitação, bem como expõe o processo de levantamento de demanda por capacitação a ser feito pela instituição. De acordo com a presidente da comissão, responsável pela elaboração do documento, Tiara Cunha, a intenção é "esclarecer dúvidas referentes ao programa de capacitação stricto sensu Minter e Dinter, apresentar a tramitação dos processos de criação de propostas de capacitação e identificar as demandas da nossa instituição", afirmou. 

Manifestação de interesse

A comissão elaborou também  um formulário de manifestação de interesse, com o propósito de diagnosticar a demanda no âmbito do Instituto, de modo a compor grupos de interessados em Minter ou Dinter. Para acessar o formulário, clique aqui. O prazo para preenchimento do formulário segue até o dia 13 de agosto.

O pró-reitor de Pesquisa e Inovação Augusto Cesar falou da importância do preenchimento do formulário de interesse. "A partir das respostas coletadas, o Comitê de Capacitação e Desenvolvimento de Pessoal de cada unidade do IFTO vai construir um plano de capacitação, observando o alinhamento com o PDI (Plano de Desenvolvimento Institucional). Após a finalização do levantamento pelo CCDP, as informações serão condensadas, e, então, a Propi iniciará as tratativas com as possíveis instituições parceiras para a oferta dos cursos", explicou Augusto.