Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Codir discute critérios para divisão entre as unidades

Notícias

Codir discute critérios para divisão entre as unidades

Orçamento 2017

Dirigentes também deliberaram pela institucionalização de um programa para Assistência Estudantil
por Maiara Sobral publicado: 26/05/2017 16h10 última modificação: 26/05/2017 16h13

A 3ª reunião extraordinária do Colégio de Dirigentes (Codir) do Instituto Federal do Tocantins (IFTO) foi realizada na quinta-feira, 25, entre os tópicos para discussão estava a divisão dos recursos do Orçamento 2017 da ação 20 RG.

Fora os valores já definidos pelo Ministério do Planejamento (MP), o IFTO conta com a previsão de um montante no valor de quase R$ 3 milhões de reais da referida ação. Após apresentadas e discutidas as propostas de divisão, os gestores chegaram ao consenso sobre os critérios. Desta forma, a Pró-reitoria de Administração (Proad) está providenciando os devidos repasses orçamentários às unidades.

Além do orçamento para esse ano, a comissão responsável pelo Programa de Estudo Sociocoeconômico-cultural de Acompanhamento da Realidade do Estudante (Pescar) apresentou a metodologia do programa, que por meio de um sistema informático, fará o mapeamento da vulnerabilidade dos estudantes no âmbito do IFTO, para fins de concessão de auxílio e/ou acompanhamento interdisciplinar ou transdicsciplinar. Após a apresentação, o Pescar foi institucionalizado e será designada uma comissão formada por profissionais de Tecnologia da Informação (TI), para desenvolvimento do sistema.

Sobre a atualização do projeto da Jornada de Iniciação Científica e Extensão (Jice), foi apresentada a estrutura do espaço, que acontecerá paralelamente à Semana Integra de Ciência e Tecnologia de Gurupi, entre os dias 25 e 27 de outubro. A novidade para esse ano, será o Espaço Inovação, que contará com desafio de ideias, campeonato de robótica e mostra tecnológica.

Durante a reunião, foi aprovada a Bolsa Cultura, que será uma forma de incentivo aos estudantes para acesso as diversas linguagens que envolvem as artes. Sobre a Orientação Normativa nº 1/2017 da Diretoria de Gestão de Pessoas (DGP), que trata da licença capacitação, os dirigentes decidiram pelo envio do documento ao Conselho Superior (Consup), que terá reunião ordinária no dia 21 de junho. 

Na ocasião, o reitor Francisco Nairton apresentou as articulações feitas com a Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação (Setec/MEC) e aos parlamentares tocantineneses, com a solicitação de descentralização de recursos junto à Setec, por meio de termo de execução descentralizada.