Você está aqui: Página Inicial > IFTO > Reitoria > Pró-reitorias > Extensão > Projetos de Extensão > Por Área Temática > Tecnologia e Produção > Materiais Alternativos para Implantação de Horta Escolar Agroecológica para Complementação e Enriquecimento da Merenda Escolar

Materiais Alternativos para Implantação de Horta Escolar Agroecológica para Complementação e Enriquecimento da Merenda Escolar

por Diretoria de Comunicação - Vivian Facundes publicado 05/09/2019 10h27, última modificação 05/09/2019 16h50
Coordenado por Samuel de Deus da Silva Campus Araguatins do IFTO.

Resumo

A Organização Mundial da Saúde (1997) define que uma das melhores formas de promover a saúde é por meio da escola. Isso porque, a escola é um espaço social, onde muitas pessoas convivem, aprendem e trabalham, que os estudantes e os professores passam a maior parte de seu tempo. Além disso, é na escola onde os programas de educação e saúde podem ter maior repercussão, beneficiando os alunos na infância e na adolescência. Está cada vez mais notório a importância de uma educação de qualidade que contribua para a formação de cidadãos mais responsáveis e capacitados para a vida. Para isso, é necessário fornecer o acesso ao conhecimento de forma ampla, e de suma importância o estímulo a atividades que contribuam para conscientização sobre a importância da melhoria das condições ambientais, procurando maneiras de produzir com formas que agridem menos o meio ambiente. Há necessidade de serem construídas novas visões educacionais que integrem a saúde e o ambiente através de propostas interdisciplinares, as escolas podem fornecer práticas alimentares, contribuindo com os alimentos, o local e o momento adequado para seu consumo, possibilitando que o aluno utilize o espaço para estratégias de modo alternativos. Implantar a horta na escola tem como objetivo primordial apresentar aos alunos as culturas a serem plantadas, ensiná-los desde a construção dos canteiros até o momento da colheita. A disponibilização dos panfletos é necessário, para apresentação das culturas, informando quais as necessidades nutricionais para o seu desenvolvimento. A implementação desta proposta se mostra de grande valia em função da difusão de técnicas alternativas de produção (técnicas agroecológicas), visando aspectos econômicos, sociais e ecológicos, contemplando a ideia de sustentabilidade ambiental na escola.

Público Alvo

professores, técnicos administrativos, empresa terceirizada e alunos do nível médio ao superior e também é aberta a comunidade externa.

Período de realização

5/6/2019 a 5/1/2019.