Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Spartron Robótica é premiado no Porto Verão 2020

Notícias

Spartron Robótica é premiado no Porto Verão 2020

Premiação

Equipe de robótica da unidade Porto Nacional conquistou segundo lugar em competição de programação
por Greiciane Souza publicado: 03/08/2020 18h59 última modificação: 03/08/2020 18h59

O Grupo de Estudos e Pesquisas em Robótica e Automação, Spartron Robótica, da unidade Porto Nacional do Instituto Federal do Tocantins (IFTO) conquistou o segundo lugar no Hackathon, uma competição de programação realizada no Projeto Porto Verão 2020, evento promovido pela Prefeitura Municipal de Porto Nacional. A disputa de programação aconteceu no período de 26 a 30/07 e teve como objetivo desenvolver soluções de combate à proliferação do novo coronavírus.

Para essa competição, os membros da equipe Spartron Robótica conceberam e desenvolveram a plataforma Grau, um sistema on-line que une quem tem algo para doar a quem precisa receber. Através do site deumgrau.com, pessoas físicas e empresas podem se cadastrar como doadores. Quem precisa receber algo também faz o cadastro no mesmo endereço e informa o que necessita. A plataforma aceita doações e pedidos de aparelhos eletrônicos, alimentos não perecíveis, roupas e calçados. O Grau faz a ligação entre o doador e quem precisa, além de garantir a entrega da doação.

O professor Dêmis Gomes, líder do Spartron Robótica, explica que além de aparelhos eletrônicos usados, a plataforma Grau também aceita doação de peças eletrônicas. “As peças doadas passarão por montagem ou reparação, caso necessitem. Com as peças ou celulares doados, a equipe fará os reparos necessários ou montará novos equipamentos que serão entregues a estudantes portuenses que estejam tendo aulas on-line. Já os alimentos, roupas e calçados serão destinados à comunidade carente de Porto Nacional".

Por conta da necessidade de isolamento social em decorrência da pandemia da Covid-19, o desenvolvimento da plataforma foi feito totalmente de forma remota, o que foi um desafio para a equipe formada por estudantes da unidade Porto Nacional, como explica o professor Dêmis. "Mesmo com o momento atual nada propício para participar de uma competição que exige um trabalho intenso em equipe, não medimos esforços para utilizar todas as ferramentas digitais para implementar a proposta do Grau e apresentar para a nossa comunidade. Foram muitas conversas pelo whatsapp, envio de arquivos pelo drive e GitHub, além de uma organização das tarefas com gerenciamento via Trello por todos os membros, foi um trabalho altamente colaborativo e prazeroso".